Contrato de trabalho: Tudo o que você precisa saber

O contrato de trabalho faz parte do pacote de leis trabalhistas e sua principal função é fazer um elo entre o empregador e o empregado. Através do contrato são feitos vários procedimentos importantes como por exemplo: natureza privatista, consensualidade, trato sucessivo entre outros.

Links Patrocinados

A composição do contrato de trabalho deve conter os dados pessoais mais importantes do empregado como por exemplo: Nome – Nacionalidade – Estado Civil – RG – CPF – Carteira de Trabalho e PIS. Além disso, o contrato deve especificar os detalhes como o recebimento de comissões e benefícios que estão incluídos nos benefícios da empresa.

 

Para Que Serve o Contrato de Trabalho?

De acordo com o artigo 442 da CLT – Consolidação das leis trabalhistas o contrato de trabalho serve como um acordo entre empregador e empregado. Dessa forma, o contrato presta um serviço totalmente subordinado e não apenas eventual mediante o pagamento de salário com todos os seus custos.

O trabalhador brasileiro que tiver um contrato em vigência tem direitos aos benefícios que compõem as leis trabalhistas no Brasil. Entre eles estão incluídos o 13° salário, férias, FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Além disso, o abono salarial e as demais gratificações, todas elas garantidas na CLT.

Já os trabalhadores sem contrato de trabalho tem direito apenas aos valores combinados entre o empregador e o empregado. Dessa forma, o vínculo se encerra quando uma das partes bem entender. No entanto, se o pagamento for atrasado, o empregador é obrigado a pagar os valores em multa de acordo com os ajustes também previstos em lei.

 

Quais os Tipos de Contrato de Trabalho

Tanto os trabalhadores como os empregadores devem ter o conhecimento de como funcionam detalhadamente o contrato de trabalho. Existem vários tipos de contratos, por isso é importante saber quais são eles:

Veja também:  FGTS: Quem tem direito e quando dar entrada no fundo de garantia?

 

1 – Contrato de Trabalho Estágio

O estágio se encaixa dentro de um modelo de contrato de trabalho muito parecido com o temporário. No entanto, o estágio não tem vínculo empregatício. Sendo assim, o contrato de trabalho no modelo estágio é apenas um termo de compromisso com definições profissionais entre o empregado e o empregador.

Na maioria das vezes o contrato no modelo estágio é feito por estudantes que estão em sua primeira experiência profissional. Vale lembrar também que muitos estagiários conseguem uma vaga definitiva nas empresas e consequentemente se tornando em uma carreira profissional.

 

2 – Contrato de Trabalho por Tempo Determinado

Nesta opção de contrato, tanto o empregador quanto o empregado sabem a data do término do vínculo empregatício. De acordo com o artigo 442 da CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas, o período máximo de um contrato por tempo determinado tem que ser de no máximo 2 anos de duração.

Além disso, nesse modelo de contrato não existem os seguintes direitos:

  • Não permite o recebimento do aviso prévio;
  • Não permite receber o seguro-desemprego;
  • Não permite os 40% da multa do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

 

3 – Contrato de Trabalho Por Tempo Indeterminado

Já no modelo de contrato de trabalho por tempo indeterminado, não existe uma data fixada para o término do vínculo. Ele é firmado depois de um período de experiência de 90 dias, dessa forma o empregador deve contratar definitivamente o colaborador com todos os direitos que fazem parte das leis trabalhistas.

O contrato por tempo indeterminado pode ser encerrado a qualquer momento, tanto o empregado quanto o podem solicitar o final do acordo.

Quando um empregado é dispensado de uma empresa sem justa causa, ele recebe todos os direitos previstos nas leis como por exemplo: Férias remuneradas +1/3 – 13° salário – FGTS + multa de 40% – Seguro desemprego e aviso prévio.

Veja também:  Negociação de salário: tudo o que você precisa saber
Carreira e Profissão Contrato de Trabalho corpo
photo created by freepik

 

4 – Contrato de Trabalho Temporário

Muitas empresas firmam um contrato de trabalho temporário quando outro funcionário se desliga ou é desligado do seu posto profissional. Sendo assim, o colaborador exerce suas funções no período em que o contrato durar esporadicamente.

O artigo 7 da Constituição Federal em seu inciso XXXIV fala sobre esse trabalho ocasional.

Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:

XXXIV – igualdade de direitos entre o trabalhador com vínculo empregatício permanente e o trabalhador avulso.

 

5 – Contrato de Trabalho Eventual

Apesar do contrato eventual se parecer muito com o modelo temporário, ele se difere em alguns detalhes muito importantes, como por exemplo:

1 – Ele não gera vínculo empregatício entre o empregador e o empregado.

2 – O empregado exerce funções por curtos períodos e nem é considerado como um funcionário da empresa.

Esse tipo de contrato de trabalho está previsto em lei no artigo de número 7 da constituição federal.

 

O que é Preciso Antes de Assinar um Contrato de Trabalho

O trabalhador deve prestar bastante atenção antes de assinar um novo contrato de trabalho. Justamente por nele existem alguns detalhes que precisam ser bem entendidos e traga satisfação no exercício das atividades profissionais.

  • Leia atentamente o contrato e tire todas as suas dúvidas, não deixe nada mal entendido.
  • Leve com você as cópias que fazem parte de um contrato de trabalho.
  • Faça a verificação dos dados pessoais.
  • Marque toda documentação.
  • Confira se está tudo registrado.
  • Evite rasuras.
  • Cuidado com as renovações.

Estas são as informações mais detalhadas que fazem parte de um contrato de trabalho profissional.

38 comentários em “Contrato de trabalho: Tudo o que você precisa saber”

Os comentários estão encerrado.