loader image

Fuvest: Lista de Obras literárias obrigatória Fuvest 2024

links patrocinados

Para entrar na USP é necessário conhecer a lista de obras literárias obrigatória Fuvest para realizar as provas, e por isso, ler é fundamental! Conheça aqui quais as principais obras exigidas.

Veja quais os livros que irão cair na fuvest desse ano, e veja os resumos que pode te ajudar a estudar mais.

CP- Lista de Obras literárias obrigatória Fuvest - corpo
CP- Lista de Obras literárias obrigatória Fuvest – corpo

Lista de Obras literárias obrigatória Fuvest 2024

Marília de Dirceu- Tomás Antônio Gonzaga

“Marília de Dirceu” é um conjunto de poemas líricos escritos pelo poeta brasileiro Tomás Antônio Gonzaga durante o período em que ele esteve preso devido à Inconfidência Mineira. A obra é uma das mais importantes expressões do Arcadismo no Brasil e foi publicada pela primeira vez em 1792.

A história de “Marília de Dirceu” gira em torno de um amor idealizado entre o eu lírico, que muitas vezes é associado ao próprio autor, e uma figura feminina chamada Marília.

links patrocinados

Os poemas são carregados de sentimentos de saudade, melancolia e devoção amorosa, características típicas do Arcadismo. O nome “Dirceu” é uma referência a Dirceu Alves Ferreira, pseudônimo que Gonzaga adotou para se esconder durante seu exílio após a repressão à Inconfidência Mineira.

A obra é composta por uma série de poemas, cartas e diálogos que exploram o tema do amor, da natureza e da vida bucólica. Os cenários muitas vezes retratados são os campos, rios e paisagens naturais, elementos que refletem a busca pela simplicidade e pelo retorno à natureza, tão característicos do Arcadismo.

Gonzaga também utiliza a figura da pastora Marília como símbolo de pureza e perfeição, enaltecendo-a através dos versos.

No entanto, a relação entre o eu lírico e Marília é permeada por obstáculos, como a distância física, as adversidades da vida e as preocupações políticas do autor.

Esses obstáculos contribuem para um sentimento de desejo e saudade, que são constantemente explorados ao longo da obra.

“Marília de Dirceu” é um exemplo marcante da literatura arcádica brasileira, caracterizada pelo uso da linguagem culta, pela exaltação da natureza e pelo tratamento idealizado do amor.

links patrocinados

A obra também apresenta elementos autobiográficos, já que Gonzaga vivenciou um amor real com uma mulher chamada Maria Doroteia Joaquina de Seixas, a quem dedicou muitos dos poemas.

Lembre-se de que “Marília de Dirceu” é uma coletânea complexa e rica em detalhes, abordando diversos aspectos do amor, da vida e das reflexões do autor durante um momento crucial da história brasileira.

Portanto, este resumo oferece apenas uma visão geral do trabalho e suas principais características.

Nós matamos o cão tinhoso! – Luís Bernardo Honwana

“Até ao Fim” (também conhecido como “Nós Matámos o Cão-Tinhoso”) é um romance do escritor moçambicano Luís Bernardo Honwana, publicado em 1987. O livro é uma das obras mais emblemáticas da literatura moçambicana e aborda temas como o racismo, a opressão colonial e a busca pela identidade cultural em um contexto pós-colonial.

A história é composta por uma série de contos interligados, que retratam a vida de crianças moçambicanas durante o período colonial e após a independência de Moçambique. Os contos são narrados sob a perspectiva das crianças, oferecendo uma visão sensível e genuína das suas experiências.

O título “Nós Matámos o Cão-Tinhoso” refere-se a um ato de rebeldia das crianças contra um cão raivoso que estava assolando a comunidade. Esse ato é interpretado como uma metáfora da resistência contra a opressão e da busca por uma liberdade há muito reprimida.

Cada conto apresenta um ponto de vista singular e foca em diferentes personagens e situações, mas há um fio condutor que aborda as experiências das crianças sob o regime colonial e como elas se adaptam à nova realidade após a independência.

As histórias destacam a complexidade das relações raciais e sociais, explorando as interações entre moçambicanos negros e colonos brancos, bem como a luta para encontrar um senso de identidade em meio às influências culturais conflitantes.

O livro é conhecido por sua linguagem simples, porém poderosa, que transmite as emoções e os pensamentos das crianças de maneira autêntica.

Ele oferece uma janela para a realidade moçambicana e as transformações sociais e políticas ocorridas durante um período de transição importante na história do país.

Em resumo, “Nós Matámos o Cão-Tinhoso” é uma obra literária que explora as vivências de crianças moçambicanas sob o jugo colonial, destacando suas lutas, suas perspectivas e sua busca por identidade e liberdade em um contexto pós-colonial.

CP- Lista de Obras literárias obrigatória Fuvest corpo1
CP- Lista de Obras literárias obrigatória Fuvest corpo1


Dois irmãos – Milton Hatoum

“Dois Irmãos” é um romance do escritor brasileiro Milton Hatoum, publicado em 2000. A obra é ambientada em Manaus, no Amazonas, e abrange várias décadas da história do Brasil, desde os anos 1960 até os anos 1980. O livro é conhecido por explorar temas como a relação familiar, as tensões culturais e sociais, e a influência das transformações urbanas no tecido das relações pessoais.

A trama gira em torno da família de imigrantes libaneses, os Halim, especialmente focando na relação conflituosa entre os irmãos gêmeos Omar e Yaqub. A narrativa é construída através das memórias do filho mais novo, Nael, e se desenvolve ao longo de várias décadas.

Omar e Yaqub têm personalidades bastante diferentes: Omar é impulsivo e agressivo, enquanto Yaqub é introspectivo e mais reservado. A rivalidade entre eles se intensifica com o tempo, culminando em um conflito violento que muda drasticamente o rumo da família. O relacionamento conturbado entre os dois irmãos reflete não apenas suas próprias personalidades, mas também as tensões culturais, sociais e familiares que cercam a comunidade em que vivem.

Além das relações familiares complexas, o romance também explora a influência da cidade de Manaus em transformação. A urbanização e as mudanças na sociedade brasileira são refletidas na narrativa, à medida que o contexto histórico molda as vidas dos personagens.

A figura da mãe, Zana, também desempenha um papel crucial no livro. Sua relação com os filhos e sua própria história de vida contribuem para a dinâmica familiar e para o desenrolar dos eventos.

No geral, “Dois Irmãos” é um retrato vívido de uma família imigrante e das complexas emoções, conflitos e desafios que atravessam as gerações. Além disso, o livro oferece um olhar atento para as mudanças sociais e urbanas ocorridas no Brasil ao longo das décadas.

A narrativa rica e envolvente de Milton Hatoum captura a complexidade das relações humanas e das transformações históricas.

Bons Estudos.

Essa oportunidade acessível e flexível proporciona um ambiente propício para o aprendizado e crescimento pessoal, abrindo portas para novas oportunidades profissionais.

Portanto, não deixe de aproveitar essa plataforma de cursos gratuitos fasul, é um passo importante para o sucesso e a realização pessoal.

Caso deseje, você ainda poderá se inscrever em outros Cursos Online Gratuitos.

E mais, caso você deseja ficar atualizado sobre mais informações sobre profissões e entrevistas de estágio, siga-nos no Instagram, Facebook e no Twitter.

Facebook
Twitter
Email
Print